quinta-feira, 14 de junho de 2012

ORAÇÕES SUBORDINADAS

Olá, atendendo a pedidos, hoje vou postar sobre Orações Subordinadas.



Bom, para começar, é bom saber que as orações subordinadas só acontecem com períodos compostos, ou seja, frases que contenham verbos.



Exemplo: Mariana informou que chegaria tarde.

1ª Oração: Mariana informou
2ª Oração: que chegaria tarde.


Como temos duas orações, então temos um período composto.


O período composto pode ser por coordenação (orações independentes sintaticamente) e por subordinação (orações dependentes sintaticamente).


Observe:

Coordenada: Mariana acordou tarde e saiu apressada.

Note que a primeira oração possui um sentido completo (Mariana acordou tarde)

Subordinada: O médico disse que não faria a cirurgia.

Agora note que a primeira oração não possui um sentido completo (O médicou disse), o que ele disse? A segunda completa o sentido da primeira, portanto a segunda oração está subordinada à primeira, completa o sentido dela.

Tanto as Orações Coordenadas quanto as Subordinadas são classificadas. Hoje nós vamos aprender sobre as SUBORDINADAS.


Existem três tipos de Subordinadas: Substantivas, Adjetivas e Adverbiais.


As orações subordinadas Substantivas e Adjetivas são introduzidas pelas conjunções subordinativas SE e QUE (mais comum). 


As orações subordinadas Adverbiais são introduzidas pelas conjunções subordinativas adverbiais, tais como: quando, se (condição), caso, tão...que, à medida, visto que, uma vez que...

CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS

As orações subordinadas substantivas exercem funções de SUBSTANTIVOS.


Observe:

 

No terceiro quadrinho temos a oração: O vendedor disse que era para os "patos que ouvem mal".


Oração principal: O vendedor disse
Oração subordinada: para os patos que ouvem mal. = para a mal audição dos patos. (audição é um substantivo)


Classificação das Orações Subordinadas Substantivas


1) Subjetivas: exercem função de sujeito. Podem vir introduzidas com verbos de ligação seguidos de predicativo do sujeito, na oração principal, ou conter verbos impessoais, que são os verbos que não possuem sujeito e estão na 3ª pessoa do singular.


Exemplo:


a) É necessário para esta aula que se preste atenção na explicação.


Oração principal: É necessário para esta aula
Oração subordinada: que se preste atenção na explicação.

Classificação: Oração Sub. Substantiva Subjetiva.

b) Consta na lista que não fomos convocados.


Oração principal: Consta na lista
Oração subordinada: que não fomos convocados.


Classificação: Oração Sub. Substantiva Subjetiva.


Observação: No exemplo A, temos na oração principal, um verbo de ligação seguido do predicativo do sujeito (É necessário), o que deixa a oração subordinada subjetiva e, no exemplo B, temos um verbo impessoal na principal (Consta), é claro que a oração subordinada será também subjetiva.


2) Objetivas Diretas: exercem função de objeto direto.


Observe a tirinha



No segundo quadrinho temos a oração: Espero que você goste.


Oração principal: Espero (Verbo Transitivo Direto)
Oração subordinada: que você goste. (= Complemento da principal)

Classificação: Oração Sub. Objetiva Direta

Qual a oração subordinada substantiva objetiva direta na tirinha abaixo?



3) Objetivas Indiretas: exercem função de objeto indireto.


Observe a oração abaixo:


A aluna esqueceu de que o professor recolheria o trabalho.


Oração Principal: A aluna esqueceu (VTI)
Oração Subordinada: de que o professor recolheria o trabalho.

Classificação: Oração Subord. Substantiva Objetiva Indireta.

4) Completiva Nominal: exerce função de complemento nominal, ou seja, complemento de um nome (substantivo abstrato, advérbio ou adjetivo) por meio de uma preposição.


Observe:



No primeiro quadrinho temos "Tenho certeza de que vamos fazer um mundo melhor..." onde a


Oração principal é: Tenho certeza (Substantivo abstrato)
Oração subordinada é: de que vamos fazer um mundo melhor.


A última palavra da principal é um nome (substantivo abstrato) e na oração principal, temos uma preposição que completa o sentido desse nome, portanto a classificação da suborodinada é:
Oração Subordinada Substantiva Completiva Nominal.


5) Predicativa: exerce função de predicativo do sujeito.


Observe a oração abaixo:


A verdade é que nenhum aluno estudou para a prova.


Oração principal: A verdade é (Verbo de Ligação)
Oração Subordinada: que nemhum aluno estudou para a prova.


Note que na oração principal, temos um verbo de ligação (ser), logo a oração subordinada é classificada como:
Oração Subordinada Substantiva Predicativa.


Obs.: Verbo de Ligação é aquele que liga o sujeito ao seu predicativo (característica). Ser, estar, ficar, continuar, permanecer, parecer, tornar, são alguns dos verbos de ligação.


6) Apositiva: exerce função de aposto, ou seja, esclarece um termo da oração.


Observe:


A professora informou apenas isto: que não aceitaria trabalhos feitos à mão.


Oração principal: A professora informou apenas isto:
Oração subordinada: que não aceitaria trabalhos feito à mão.


Na primeira oração temos os dois pontos que, comumente, são usados para explicar, esclarecer algo. Na oração em questão há a explicação para ISSO. Sendo assim a oração subordinada é classificada como:
Oração Subordinada Substantiva Apositiva.


A próxima postagem será sobre as Orações Subordinadas Adjetivas.

Até mais!












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário